Ads Header

Sweet Child - Guns n´roses


"Sweet Child o' Mine" é uma canção da banda de hard rock Guns N' Roses, lançada no seu álbum de estréia Appetite for Destruction, em 1987. A canção foi a primeira da banda a atingir o primeiro lugar na Billboard Hot 100, em 1988. A sua principal característica é o riff inicial feito pelo então guitarrista da banda Slash. Juntamente com a voz de Axl Rose, fez com que "Sweet Child O' Mine" obtivesse uma sonoridade inconfundível e se transformasse num dos grandes hits do final do século XX.

A música surgiu por acidente. Slash, Duff e Izzy estavam sentados na sala de estar perto da lareira (eles não tinham tv), onde Slash se encontrava tocando a introdução de "Sweet Child O' Mine", enquanto Izzy e Duffy tocavam os acordes por trás dela. Axl estava no andar de cima, em seu quarto, e ao ouvi-los, começou a escrever a letra. Slash classificava aquela sequência de guitarra como um "exercício pessoal meio idiota", mas para sua surpresa, no dia seguinte, quando estavam ensaiando no Burbank Studios (fazendo uma pré-produção), Axl quis que tocassem novamente o que estavam tocando na noite anterior. Logo, ela se transformou em uma música, e ao ser lançada fez o maior sucesso.

A "doce criança" a que se refere a canção é Erin Everly, namorada de Axl na época e sua futura esposa, a quem ele chegou a oferecer metade dos royalties da música, alegando que nunca poderia ter composto a letra sem ela como inspiração. Erin aparece no videoclipe de "Sweet Child o' Mine", onde os membros da banda tocam o single em um teatro abandonado. Diversas outras namoradas dos membros do Guns N' Roses aparecem no videoclipe, além do cão de Izzy Stradlin logo no ínicio. Existe uma versão alternativa desse videoclipe com imagens diferentes e a metragem inteiramente preta e branca.


A letra:

She's got a smile that it seems to me
Reminds me of childhood memories
Where everything was as fresh
As the bright blue sky
Now and then when I see her face
She takes me away to that special place
And if I stare too longI'd probably break down and cry
Ohh! Ohh! Sweet child o' mine
Ohh! Ohh! Sweet love of' mine
She's got eyes of the bluest skies
As if they thought of rainI hate to look into those eyes
And see an ounce of pain
Her hair reminds me of a warm safe place
Where as a child I'd hide
And pray for the thunder and the rain
To quietly pass me by
Ohh! Ohh! Sweet child o' mine
Ohh! Ohh! Sweet love of mine
Ohh! Ohh! Sweet child o' mine
Ohh! Ohh! Sweet child of mine
Ohh! Ohh! Sweet child o' mine
Ohh! Ohh! Sweet child o' mine
Where do we go
Where do we go now
Where do we go
Where do we go
Where do we go now
Where do we go now
Where do we go (sweet child)
Where do we go now
Where do we go now
Where do we go
Where do we go now
Where do we go
Where do we go now
Where do we go
Where do we go 
now, now, now, now, now, now, now, now
Sweet childSweet child o' mine


A tradução:
Minha Doce Criança
Ela tem um sorriso que mexe comigo
Me faz lembrar de memórias da infância
De quando tudo era fresco
Como o brilhante céu azul
Agora então, quando vejo seu rosto
Ela me leva para aquele lugar especial
E se eu olhasse muito
Provavelmente perderia o controle e choraria
Ohh! Ohh! Minha doce criança
Ohh! Ohh! Minha doce amada
Ela tem olhos do azul mais celestial
Como se eles pensassem na chuva
Eu odeio olhar naqueles olhos
E ver um traço de dor
Seus cabelos me lembram um lugar quente e seguro
Onde quando eu era criança eu me escondia
E rezava para o trovão e para a chuva
Calmamente passarem por mim
Ohh! Ohh! Minha doce criança
Ohh! Ohh! Minha doce amada
Ohh! Ohh! Minha doce criança
Ohh! Ohh! Minha doce amada
Ohh! Ohh! Minha doce criança
Ohh! Ohh! Minha doce amada
Para onde vamos?
Para onde vamos agora?
Para onde vamos?
Para onde vamos?
Para onde vamos agora?
Para onde vamos agora?
Para onde vamos?(Doce Criança)
Para onde vamos agora?
Para onde vamos agora?
Para onde vamos?
Para onde vamos agora?
Para onde vamos?
Para onde vamos agora?
Para onde vamos?
Para onde vamos 
agora,agora,agora,agora,agora,agora,agora,agora
Doce Criança
Minha doce criança


1 comentários:

blog disse...

Quem diria que esse gatinho ia virar uma capivara careca.

Boo-box